binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Empregos mudam conforme a sociedade muda. No passado, havia trabalhos como os de Acendedor de Lampiões, Leitor de Notícias em fábricas, e mesmo o de “Despertador humano”, isso é, alguém que ia de casa em casa, acordando os moradores.

São trabalhos que, com o avanço da tecnologia, foram perdendo sua utilidade. Por outro lado, novas profissões foram sendo criadas: surgiram mecânicos de lampiões, mecânicos de rádios, relojoeiros, entre outras.

Assim, as profissões que estão crescendo, cada vez mais, vão seguir esse caminho natural, da relação entre Seres Humanos e Máquinas.

E você sabe que profissões são essas? Já está estudando para ficar pronto para elas? Conheça mais aqui, e comece hoje mesmo seu curso de atualização profissional na Pensar Cursos.

 

1.      Criador de conteúdo para redes sociais

Que as redes sociais são o futuro da comunicação humana, isso ninguém tem dúvidas. Hoje em dia é praticamente impossível sobreviver (mercadologicamente) sem uma página na internet. E essa página precisa ter algumas características próprias.

Caso o contrário, não terá visualizações – assim, o negócio estagna.

Para tanto, o melhor meio de fazer isso é contratando uma agência de publicidade, principalmente se for uma que tenha especialistas em redes sociais. Então, uma profissão do futuro será essa: a de criador de conteúdos.

Você pode ser um redator, designer, ilustrador… O importante é saber que aqui os conhecimentos são ligeiramente diferentes.

Um grande copywritter de revistas, talvez não consiga fazer um bom texto para postagem. São habilidades diferentes, trazem técnicas diferentes.

Além, claro, da organização visual entre texto e imagem, que é algo muito particular em redes sociais.

 

2.      Especialista em LGPD

LGPD é a “Lei Geral de Proteção de Dados”, e é uma lei para garantir o bom uso da internet, principalmente com sites e servidores que utilizem dados pessoais.

Um especialista em LGPD, dessa forma, pode ser tanto uma pessoa que atue com sistemas de informação, quanto uma pessoa que atue com Direitos Individuais.

Ambos estão ligados.

Um analista de sistemas de LGPD precisa saber a parte jurídica, relativa ao armazenamento e uso de dados pessoais. Já um jurista, esse precisa entender como se dá o uso correto (e incorreto) de dados pessoais, a fim de orientar e criar politicas empresariais para evitar problemas.

São duas formações distintas, porém, interligadas, e em constante cambio.

 

3.      UX designer

Sem dúvida, uma das profissões que mais têm sido falada, nos últimos anos. O UX significa User Experience ou seja, experiência do usuário.

Aqui são considerados tanto fatores textuais, quanto estéticos, quanto operacionais, na criação de softwares, programas e aplicações para usuários de sistemas.

Ou seja, o trabalho de um UX Designer é o de criar, junto de sua equipe, um sistema operacional eficiente.

Da parte linguística, é requerido expertise em redação publicitária, pois, eventualmente, o usuário de serviços precisará de orientações escritas.

Da parte gráfica, trata-se de criar um sistema acessível e agradável.

Já da parte operacional, aí há uma ampla gama de possibilidades tecnológicas.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok