binomo banner


 

Traduzir um texto, seja ele qual for, é uma tarefa bastante exigente, pois, para além das palavras, há todo um panorama estilístico, semântico e cultural, por de trás do autor do original e do tradutor.

Transpassar isso é complexo, pois, mais do que a língua gramatical (a língua formal), há variações linguísticas, figuras de linguagens, influências da oralidade, além, claro, dos traços culturais.

Por exemplo, se um português e um brasileiro fossem traduzir um texto, haveria duas versões diferentes, devido ao uso de certas palavras, pronomes e entendimentos desse.

Isso tudo corrobora para a complexidade da tradução de um texto técnico.

Isso porque, além de ter as dificuldades linguísticas, há a parte técnica propriamente dita. Logo, como fazer uma boa tradução técnica?

Algumas dicas podem auxiliar tradutores iniciantes nisso. A primeira, claro, é quanto a proficiência e conhecimento da área.

Mas há outras.

 

1.      Conheça as terminologias da área que você vai traduzir

Conhecer a terminologia de uma área não significa conhecer a área.

Algumas pessoas imaginam que, ser um tradutor de medicina faz de você um médico. Não é para tanto.

Saber termos técnicos faz você ser uma pessoa versada na língua. Algo essencial para um profissional que trabalha com a área. porém, para ser um profissional da área é preciso saber mais do que só termos.

 

2.      Faça cursos de tradução naquela área

Fazer cursos de tradução técnica servirá para você saber como fazer um texto de algum gênero específico, na sua língua e na língua estrangeira.

Por exemplo, bulas de remédio: não se escreve uma bula, em português, com o mesmo estilo que se escreve uma receita.

Essas habilidades de redação devem ser desenvolvidas – não só com a prática, mas, principalmente, com o estudo.

 

3.      Acesse fóruns de tradução da sua área técnica

Um fórum de tradução é uma plataforma na qual tradutores trocam informações. Incluindo aquela que é mais importante para seus trabalhos – as atualizações linguísticas relativas a sua área.

Isso é, no fórum, tradutores se informam sobre palavras novas e arcaicas, referenciais culturais vigentes, a frequência de uma palavra em ou outro país, entre outras.

Por exemplo, há um tipo de pão que, no mundo lusófono, pode ser chamado, dependendo de muitos fatores, de “pão-de-sal”, “pão-francês” ou “cacetinho”.

Essas minúcias se aprendem em fóruns.

 

4.      Use CAT Tools

CAT Tools são programas de computador de assistência a tradutores.

Alguns têm bancos de dados, que antecipam palavras e mesmo frases, outros possibilitam acessos a dicionários de todo o mundo, algumas buscam na internet os termos mais adequados, e por aí afora.

Esses programas otimizam o tempo de trabalho de um tradutor, além de padronizar um texto.

 

5.      Tenha diferentes dicionários

Dicionários ajudam você a entender um conceito, descobrir uma palavra, conhecer a definição de um termo em diferentes épocas, além de conhecer sinônimos.

Em tradução técnica, dicionário são vitais, pois o texto precisa refletir a parte específica de uma área na época e região onde a tradução será publicada.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original