binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Um ambiente de trabalho nocivo ou tóxico é aquele no qual os funcionários se sentem mal. Mais do que isso, é aquele em que os funcionários adoecem, ou se sentem acuados, por fim, pedindo demissão.

Como saber se o seu local é assim? Basta identificar alguns sinais, no cotidiano ou no entorno, para entender qual a conjuntura do ambiente. E começar a mudar ele, o máximo que for possível.

Afinal, mais importante que a eficiência, é a qualidade de vida das pessoas que compõem a empresa.

 

1.      Chefias antidemocráticas

Um ambiente de trabalho precisa ser democrático. Ou seja, ele precisa ser um local onde todos têm voz e direito a opinião, mesmo que ela seja contrária.

A grande questão é que muitos chefes confundem a falta de democracia, com a falta de hierarquia. Então, eles adotam posturas autoritárias.

É possível se manter a hierarquia (necessária) dentro da democracia (vital).

Ser democrático não é ser contrário às ordens superiores, mas sim, ser aberto ao diálogo, às decisões coletivas (quando essas forem possíveis), e respeitar os direitos individuais e coletivos.

 

2.      Ambiente de intrigas e falsidades

Funcionários que causam intrigas, e que agem de forma artificial, corroem o bem-estar de um ambiente de trabalho.

Todo funcionário pode galgar uma posição melhor. Porém, ele deve fazer isso sem abdicar da ética profissional. Comportamentos como comentários ácidos sobre terceiros, informações falaciosas e ocultamento de informações causam mal-estar entre as pessoas.

Logo, esses devem ser combatidos. Um chefe não pode aceitar empregados que ajam de maneira conspiratória, sob risco de ter uma equipe desmoralizada.

 

3.      Críticas públicas

Todos nós, eventualmente, recebemos críticas de nossos patrões. Algo natural, afinal, ninguém é perfeito.

O grande problema é receber elas publicamente, ainda mais quando elas são feitas de forma incisiva, ou seja, com palavras mais duras, ou termos mais pesados.

Primeiro, porque você desmoraliza o empregado, diante de seus pares. Mesmo que o ambiente seja acolhedor, esse funcionário ficará marcado, aos olhos de todos, como “aquele que levou bronca”.

Segundo, porque essa crítica pode soar como humilhação pública, por ter vindo de um gestor. E isso pode vir a ser um problema jurídico complexo.

Prefira conversar a portas fechadas (mas sempre, com uma testemunha).

 

4.      Ambientes antidiversidade

Ambientes de trabalho nos quais acontecem piadas machistas, racistas, homofóbicas entre outras, são lugares nos quais trabalhar se torna um ato árduo.

Isso porque, não é “só uma piada” ou “só opinião”. Atos dessa natureza são contrários a dignidade humana, são coercivos e agressivos.

Mesmo se a equipe não tiver ninguém desses grupos, perpetuar esse tipo de ofensa é um gesto criminoso.

Logo, jamais aceite qualquer fala nesse sentido.

 

5.      Ambientes de risco

Locais de trabalho sem condições sanitárias e de higiene ou sem segurança mínima são, naturalmente, locais tóxicos.

Há diversos fatores de stress em um local violento, ou sujeito a crises sanitárias, e o primeiro deles é o medo do empregado, ao ter sua saúde e a sua vida ameaçadas.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok