Se você estuda Pedagogia, ou tem formação em licenciaturas de qualquer tipo, sabe que nos estudos de docência há alguns bastiões de Pedagogia, os quais não devemos evitar.

Autores como Jean Piaget, Paulo Freire, Emilia Ferreiro mudaram as noções sobre o fazer pedagógico, o professor, o aprendizado, etc.

Porém, a Pedagogia, como todas as áreas é um campo do conhecimento onde existem milhares de perspectivas e teorias.

E mesmo os bastiões, eles podem ser questionados e rebatidos. Para isso, listamos 6, e além de falarmos sobre suas teorias, vamos apontar pelo menos 1 obra de referência.

 

1.      Bernard Charlot (1944)

Pesquisador francês radicado no Brasil desde os anos 80, Charlot usa-se da Sociologia para analisar problemas educacionais como baixo desempenho, evasão e analfabetismo funcional.

Charlot foca seus estudos, principalmente na forma como o saber é construído e apresentado aos estudantes. Seus estudos apontam para a necessidade de alternativas extracurriculares no desenvolvimento de saberes necessários ao desenvolvimento cognitivo e social.

Sua principal obra é Da relação com o saber: elementos para uma teoria de 2000.

 

2.      Fernando Hernandez e Montserrat Ventura

Dupla de educadores espanhóis, conhecidos por sua nova abordagem sobre projetos curriculares na escola.

Hernadez vem da educação, enquanto Ventura é antropóloga. Assim, seus estudos sobre a organização escolar trazem muito de uma perspectiva humanista-freireana de ensino, na qual o currículo precisa ensinar democraticamente a partir das realidades concretas dos estudantes.

O livro em questão é A Organização do Currículo por Projetos de Trabalho: O Conhecimento é um Caleidoscópio de 1998.

 

3.      Nilma Lino Gomes (1961)

Uma das mais importantes autoras mundiais, no que se refere a educação antirracista. Em seus estudos, Nilma, que é negra, desconstrói currículos e propostas pedagógicas tradicionais, denunciando o racismo estrutural presente nelas.

Em sua formação, a autora não aborda apenas o currículo, mas a própria formação de educadores, para indicar propostas de enfrentamento e conscientização para uma educação antirracista.

Seu livro mais importante é Um olhar além das fronteiras: educação e relações raciais, de 2017.

 

4.      bell hooks (1952)

Uma das mais importantes analistas sociais da atualidade, a americana hooks (escrito em minúscula, por pedido da própria) é uma autora negra cujas obras vão da poesia aos estudos sociais, passando pela Pedagogia.

Na Pedagogia, foi uma das principais divulgadoras da obra de Paulo Freire. Seus escritos trazem o pensamento freireano, pois alinham o ativismo dos movimentos negros, à proposta de educação libertadora.

Seu principal livro é Ensinando a Transgredir: a educação como prática da liberdade de 1994.

 

5.      José Pacheco

Um dos grandes pedagogos de Portugal, Pacheco é o criador do formato de ensino da Escola da Ponte, uma proposta de instituição de ensino sem salas de aula, séries definidas ou provas.

Em sua visão teórica, o ensino precisa ser praticado com liberdade para os alunos desenvolverem autonomia, mas com ênfase em valores democráticos e de cooperação.

Suas teorias podem ser lidas no livro Escola da Ponte: um outro caminho para a Educação de 2004.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Abrir Chat