binomo banner



medicos pelo brasil

Esta quinta-feira, 10 de fevereiro, reservou novidades aos que integram o quadro de funcionalismo público do Estado de São Paulo. Além do aumento de salário para policiais e agentes penitenciários, também foi divulgado que haverá reajuste salarial para servidores da saúde, incluindo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares. O aumento da remuneração será de 20% para todos.

Segundo anúncio feito pelo governador João Dória (PSDB), cerca de 70 mil profissionais da saúde serão beneficiados com a iniciativa, que também contempla os servidores inativos (aposentados). “Profissionais que se expuseram e continuam se expondo, diante da gravidade desta pandemia, para salvar vidas. A todos, os que estão na ativa e os que não estão, o nosso reconhecimento e a nossa gratidão”, ressaltou Doria.

Ainda não há uma data definida, mas a expectativa é a de que o reajuste salarial para servidores da saúde seja pago a partir de março de 2022. Primeiro, o projeto de lei que prevê o aumento na remuneração deverá ser aprovado pelos deputados estaduais. A proposta será remetida à Assembleia Legislativa na próxima semana.

Saiba quanto será pago para alguns profissionais da saúde, incluindo os benefícios aos quais fazem jus, quando houver o incremento do reajuste salarial:

  • auxiliares de saúde com carga horária de 30 horas: R$ 2.638,17;
  • técnicos de enfermagem com carga horária de 30 horas: R$ 2.097,76;
  • médicos com carga horária de 20 horas: R$ 8.953,54.

LEIA TAMBÉM:

+Novo piso salarial: confira profissões que ganharam reajustes neste ano
+Novo piso salarial da enfermagem de R$ 4.700. Saiba quando começa a valer
+Piso salarial do professor: saiba quem tem direito ao reajuste nacional

+Reajuste salarial para policias e agentes penitenciários de SP será de 20%

Novo piso salarial da enfermagem

Quem trabalha sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e não vai receber o reajuste salarial para servidores da saúde deve ficar atendo ao Projeto de Lei Federal 2564/20. A proposta prevê a criação do piso salarial nacional do Enfermeiro, do Técnico de Enfermagem, do Auxiliar de Enfermagem e da Parteira que atuam com carteira assinada. O piso salarial para esses profissionais chega a R$ 4.700, de acordo com novo valor fixado pelo Senado.

Os R$ 4.700 serão devidos aos enfermeiros. Para técnicos de enfermagem vão receber 70% desse valor, o que corresponde a R$ 3.200. Já auxiliares de enfermagem e parteiras passarão a ganhar R$ 2.350, a metade (50%) do repassado aos técnicos. Hoje, a remuneração média dos enfermeiros é inferior a dois salários mínimos (R$ 2.424). Portanto, o novo piso salarial da enfermagem deve quase dobrar o salário desses profissionais.

Todavia, ainda não há data para os serviços de saúde começarem a pagar os novos valores, pois a proposta ainda precisa ser análise na Câmara dos Deputados e, posteriormente, receber a sanção do presidente da república.

++++Acompanhe as principais notícias sobre concursos e sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original