binomo corretora de opcoes binarias ok



reduzir a emissao de gas metano ministro do meio ambiente

O Brasil vem tomando medidas para cumprir o compromisso global para a redução de gás metano, firmado em novembro de 2011, durante a convenção do clima, a COP26, que aconteceu em Glasgow, na Escócia, ao decidir reduzir voluntariamente 30% das emissões no mundo. Uma delas é a criação do mercado de carbono

Ao firmar o acordo global, o país pode se tornar uma referência mundial e se beneficiar de créditos globais. Diante deste cenário, o governo federal deve lançar em até 30 dias, o Programa Metano Zero, o anúncio da medida foi feito pelo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, em entrevista à Rádio Nacional, nesta quarta-feira (9). O principal intuito é o cumprimento da meta e estimular a transformação do gás de efeito estufa em biocombustíveis, tendo como auxílio financeiro bancos públicos. 

+ Brasil já tem a solução para reduzir a emissão de gás metano e cumprir acordo global

Mercado de carbono. Entenda como irá funcionar

O governo e o Congresso Nacional irão criar o arcabouço legal e organizar o mercado de carbono no país, com a exportação de créditos. Neste caso, o Brasil poderá exportar o crédito para países que ainda não tenham alcançado a meta. 

“O Brasil deve ser o país que mais vai se beneficiar desse mercado por diversas características: o custo de redução de emissão é muito menor que de outros países; vamos criar regras para garantir a qualidade do carbono brasileiro, para ser reconhecido globalmente e a característica mais importante é que temos diversas fontes”, explicou o ministro Joaquim Leite ao citar fontes de energia renovável e a proteção e recuperação de floresta nativa, como exemplo. 

Compromisso em cumprir acordo global 

Na convenção mundial para o clima foi firmado uma meta passando de 43% para 50% em até 2030 e de neutralidade de carbono até 2050. O titular do Meio Ambiente ainda afirmou que o biocombustível pode substituir o diesel de máquinas pesadas da produção agrícola. O anúncio do Programa Metano Zero pode contribuir para o cumprimento do acordo global, além de prevê a redução do combustível alternativo e proporciona benefício ao limitar o aumento da temperatura do globo terrestre. 

Redução de gás metano. Saiba como 

O Brasil, um dos cinco maiores emissores mundiais de metano, anunciou uma solução para reduzir a emissão de gás metano, um dos principais vilões que contribui para o aumento do aquecimento global. O gás é o segundo de efeito estufa gerado pelo homem e 86 vezes mais poderoso que o dióxido de carbono em 20 anos na atmosfera. 

“O governo federal regulamentou a Política Nacional de Resíduos Sólidos, em janeiro. E agora estamos preparando o programa de metano. O Brasil tem potencial de geração de biometano que vem dos resíduos urbanos [aterros sanitários] e rurais, especialmente de aves, suínos, açúcar e álcool”, disse o ministro. 

Evitar que o hidrocarboneto simples seja emitido proporciona um benefício ao limitar o aumento da temperatura do globo terrestre. Pensando nisso, o governo vem tomando medidas para minimizar os impactos causados por sua emissão e cumprir o acordo global firmado durante a COP26.

* Com informações da Agência Brasil 

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok