binomo banner


 

Grande responsável pelo fornecimento de alimentos para a população em geral, a agricultura familiar é um tipo de produção de menor porte. Contrariamente ao que o senso comum poderia dizer, entretanto, não é um formato de produção menos tecnológico.

Isso porque, a ideia de uma propriedade “familiar” pode ser interpretada a partir das imagens que a indústria cultural nos coloca: famílias com muitos filhos, em um cenário feudal.

Trata-se de uma imagem preconceituosa. Claro que as propriedades de agricultura familiar contam com menos tecnologia do que, por exemplo, a produção de soja visando o mercado externo.

Porém, pensar que não há uma necessidade de estudos e tecnologias, nesse tipo de produção, é um erro.

A alta tecnologia e os avançados estudos em melhoramento alimentar podem contribuir, em muito, para a manutenção e sobrevivência de pequenas produtoras.

Entenda:

 

Monitoramento por Inteligência Artificial: o controle de campo por computadores

 

O conhecimento de vida, de agricultores, é essencial para a manutenção e sustentamento de uma propriedade. Isso é fato. Contudo, ele não pode ser a única forma de monitoramento de campo.

Um agricultor experiente, que traz aprendizados de seus pais, certamente sabe dizer as deficiências gerais de uma cultura ou de ou de um solo.

Entretanto, faltará a ele a especificidade de uma análise fisioquímica deste. Há espécies, por exemplo, que suportam um solo com pH 7, mas não 6. Como o agricultor identifica esses valores, apenas com a observação empírica?

Ele não observa. É preciso sistemas de monitoramento avançados, caso ele queira que essa produção atinja um nível de excelência capaz de competir, nos mercados, com grandes produtoras.

 

Sistemas de alta tecnologia: um auxílio para todo tipo de produção

 

Sistemas como os de AI não servem apenas para produtores que fazem uso de pesticidas e demais substâncias de melhoramento do solo.

Aqui não estamos sequer falando de produção orgânica ou embasada no uso de defensivos e fertilizantes. O uso de AI pode favorecer todo o tipo de produção, pois esse sistema de informações favorece o produtor.

Dá dados precisos, para que esse conclua qual é a melhor forma de lidar com sua produção. Inclusive, se ele optar pela produção rigorosissimamente orgânica, uma vez que, nesse caso, será usado o mínimo de substâncias artificiais nas colheitas.

Agricultores familiares não precisam ter uma formação especializada em TI. Porém, conhecer as tecnologias que auxiliam a agricultura abre portas e mercados – seja para os produtores, seja para os técnicos.

 

Monitoramento de animais por AI

 

Além da produção de legumes, verduras e frutas, a criação de animais também ganha, e muito, com Sistemas de AI.

De coisas simples (monitoramento de passos e vigilância informatizada), às mais complexas (a zootecnia informatizada), o campo ganha só tende a ganhar, com a informatização.

Ainda estamos no campo dos experimentos, mas já há chips que monitoram informações de pacientes, como índice glicêmico, colesterol e similares.

Esse será o futuro da zootecnia. Crescer, como agricultor familiar, depende da adesão a essa nova realidade.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original