binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Uma das subáreas mais desafiadoras do adestramento de cães é a de treinamento para utilidade. Existem diversas modalidades de trabalho, que pode ser executado por cães. As mais conhecidas são detecção de drogas e resgate, mas há também há cães-guia.

Diferente de adestrar um cão doméstico, o adestramento de cães de utilidade é no sentido de imprimir, ao animal, um senso de responsabilidade que, como animal de companhia, ele não tem.

Para tanto, existe uma relação de desafio e recompensa, treinamento de humor, e preparação para situações de grande stress. Assim, como funciona o adestramento de cães de trabalho?

Para saber mais, leia nosso artigo.

 

Profissão adestrador

Para ser adestrador de animais não é preciso ser veterinário.

Porém, é preciso ter interesse em trabalhar com animais, goste deles para além do “brincar”. Ou seja, não ter problemas com mordidas, fluídos corporais ou dejetos, produzidos pelo animal.

Além disso, é preciso conhecer sintomas de doenças, comportamentos típicos e demais características específicas dos cães.

Isso posto, vamos aos treinamentos de trabalhos específicos.

 

Adestramento de farejadores

Cães farejadores não entram em contato com substâncias ilícitas, ao contrário daquilo que muitas pessoas pensam. Assim, seu treinamento envolve o desenvolvimento do olfato, por meio de odores variados.


Você pode Gostar Também:

As principais ações de treinamento de farejadores envolvem desafio e recompensa, inicialmente, com cheiros que sejam interessantes aos cães. Posteriormente, os cães são estimulados a novos odores, com um nível de exigência cada vez maior.

Além disso, cães farejadores precisam ter treinamento físico intenso, de forma que seu adestramento deve incluir treinamento físico.

 

Adestramento de cães de resgate

Cães de busca e resgate têm um treinamento intenso, que começa logo nos primeiros meses de vida. No Brasil, quase sempre, são os bombeiros, os responsáveis por esse treinamento.

Os filhotes são expostos, desde os primeiros dias, à estímulos aversivos, como sirenes, gases, e altas temperaturas. Aqueles que respondem mal não continuam o adestramento. Os demais começam a ser treinados por um bombeiro específico.

Então, os cachorros recebem treinamentos de olfato, acesso a locais de difícil acesso, resgate em situações adversas, além de intenso treinamento físico. Além disso, eles recebem um adestramento rigoroso, focado em acatar ordens.

Já sua aposentadoria acontece por volta dos 8 anos.

 

Adestramento de cães-guia

O adestramento de cães-guias é trabalhoso, e feito em três fases. Esse treinamento costuma ser feito por famílias voluntárias, em parceria com associações de apoio á pessoas cegas.

A primeira fase é feita na seleção e socialização de filhotes, ensinando ele as coisas mais básicas, tais como se sentar, usar coleiras, e conviver com outros animais.

A segunda fase dura alguns meses, e é feita em canis específicos. É um treinamento intenso, para questões específicas do trabalho de guia de pessoas cegas, como identificar faróis, ou descer escadas.

Na terceira fase, os animais são levados até a pessoa que ajudarão, e lá eles passam por um período de adaptação, onde o cão é treinado dentro da casa e do contexto cotidiano do paciente.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok