binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Uma das maiores dificuldades que professores (e alunos) de inglês têm é em aprender os números. Isso porque, nesse caso, não tem jeito: trata-se de decorar.

Até existe uma lógica na forma como os números são escritos. Mas há alguns blocos numéricos que precisam ser decorados. E quanto a isso, não há muito o que se fazer. Porém, o que pode ser feito é uma maneira de tornar essa atividade não tão maçante.

Isso porque, em uma perspectiva tradicional, é possível aprender os números decorando sua forma escrita, por meio de listas. Mas essa forma, eventualmente, demora, e é maçante.

E mais do que isso, não é uma garantia efetiva, afinal, o cérebro é capaz de guardar informações a curto prazo, para depois descartá-las; assim, o aluno “aprende pra prova” e depois esquece.

Logo, quais são os recursos que os professores podem usar para tornar o aprendizado dos números em inglês mais fluido? Veja algumas técnicas.

 

1.      Bingo

O bingo é o melhor jeito de aprender números – em qualquer língua. No caso dos números de inglês, ele pode ser um bingo tradicional (fichas com algarismos) ou do modo “misto” (fichas com algarismos e palavras).

Se a escola tem uma lousa digital, fica ainda mais interessante, poque o resultado de cada rodada pode ser apresentado no formato de palavra ou algarismo, enquanto na ficha tenha palavra ou algarismo.

Claro que o bingo não deve ser o recorrente nas aulas, mas uma atividade complementar.

 

2.      Árvores linguísticas


Você pode Gostar Também:

As teorias de Noam Chomsky (1928) sobre “Árvores linguísticas” funcionam especialmente bem, em inglês, uma vez que, na maior parte dos números, é assim que acontece a escrita.

Por exemplo, o número 777. Aqui há 3 “galhos”:

Galho da centena Galho da dezena Galho da unidade
Seven hundred Sevnety Seven

 

Essa forma de pensamento lógico serve para tornar o sistema de escrita numérica mais lógica, e principalmente, mais visual para os alunos.

Na hora da avaliação, por sua vez, você pode criar exercícios, solicitando que eles criem as tais árvores.

 

3.      Simulações de situações práticas

Esse caso serve melhor para alunos mais velhos, ou adultos. Em cursos de Inglês para Fins Específicos, inclusive, esse tipo de exercício, se torna obrigatório.

Você pode criar situações dramáticas (“teatro”), envolvendo questões práticas da leitura e escrita numérica, como uma empresa contabil.

Dessa maneira, você “treina” seus alunos a acostumarem a compreensão oral dos números e usos cotidianos.

 

4.      O exercício do “robô”

Esse tipo de exercício recebe vários nomes (ludicamente chamamos de “exercício do robô”), mas basicamente ela é uma forma de treinar a fala e compreensão. O professor, tal como um robô, atende “comandos” dos alunos.

No caso de ensino de línguas, o comando é a repetição de uma palavra. Para os números, esse “comando” pode ser escrever o algoritmo e o “robô” repete, falar o algoritmo “do seu modo”, para o “robô” repetir, ou pedir para o “robô” escrever números que os alunos falam.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok