binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Uma das habilidades de maior importância, quando vamos fazer uma prova de língua estrangeira, é a capacidade de inferir sentidos e significados em um texto.

As inferências são uma forma de compreender o sentido geral de um texto e, se a metodologia não favorece uma leitura minuciosa, para uma leitura rápida de textos científicos ou informativos é muito eficaz.

Fazer inferências, inclusive, é uma etapa necessária para fazer a leitura mais profunda, de textos dos gêneros referidos. Desenvolver essa habilidade pode ser crucial, em um concurso.

Além disso, essa habilidade é essencial, para se apreender os conteúdos de um texto em língua estrangeira, mesmo que o leitor não seja totalmente hábil nessa língua, pois inferindo os sentidos do texto, podemos identificar o sentido geral dele.

Como fazer isso? como desenvolver a habilidade de inferir sentidos em um texto?

Para saber mais, leia nosso artigo, e aprenda essa forma de estudar e fazer provas.

 

1.      Procure por palavras conhecidas

A não ser que você esteja diante de um texto de uma língua que nunca conheceu, o primeiro passo para inferir sentidos em um texto é procurando por palavras conhecidas.

Isso pode incluir palavras internacionais, pronomes, nomes de cidades ou marcas. Porém, se você a língua minimamente, você não precisa fazer essa etapa.

Ela é essencial, para leitores sem proficiência ou familiaridade com uma língua, porque a partir dessas inferências iniciais, começamos a estimular nosso cérebro a criar conexões com os conhecimentos que já temos sobre aqueles assuntos.

 

2.      Procure por dados


Você pode Gostar Também:

Dados incluem números, fontes bibliográficas, símbolos e demais ícones gráficos que são utilizados para trazer informações.

O melhor exemplo para isso são textos com porcentagem. Em qualquer língua, o símbolo “%” vai indicar um dado estatístico. Logo, quando nos deparamos com um texto em língua estrangeira com números seguidos pelo sinal de porcentagem, já é possível inferir que o texto trata de dados estatísticos.

Porém, existem outras formas de você trazer dados, sem elementos gráficos, tais como listagens ou tópicos (a…, b…, c…), datas e nomes em itálico ou negrito, dentre outros.

 

3.      Procure por nomes

Identificar nomes (seja de pessoas, cidades ou marcas) ajuda a criar inferências sobre a situação do texto, seus participantes, e as instituições envolvidas.

A partir dos nomes, você consegue criar hipóteses sobre as relações interpessoais sendo descritas no texto, e o desenvolvimento das ações e informações apresentadas.

4.      Procure as referências bibliográficas do texto

Em uma prova ou concurso oficial, dificilmente, o texto não trará referências bibliográficas. Elas, muitas vezes, podem auxiliar você a inferir sobre as informações do texto.

Informações como o local de escrita, a data, o nome do autor e a fonte onde o texto foi publicado podem ajudar a criar hipóteses sobre a natureza do texto.

 

5.      Leia os elementos gráficos

Nem sempre, um texto tem elementos gráficos, porém, quando há alguma, essas podem ajudar o leitor a criar inferências. Elementos gráficos podem ser fotos, gráficos e demais ilustrações.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok