binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Uma das maiores dificuldades, quando pensamos em vida profissional, é lidar com os fracassos pessoais. E aqui, a palavra “fracasso” vem no sentido mais objetivo, possível, sem julgamentos morais, como é o caso do peso simbólico da palavra “loser” em inglês.

Um fracasso é, objetivamente, um projeto, trabalho, aula, curso ou demais empreitada de não teve quase nenhum resultado positivo. Um fracasso é uma experiência desagradável. É algo que não levou a nenhum resultado esperado.

e não tem problema você falar que teve um fracasso. A positividade tóxica de alguns coaches tenta evitar a palavra. Não faz sentido você não chamar de “fracasso” algo que não deu certo.

O “pulo do gato” é a forma como você vai lidar com isso. E aqui está um ponto a se considerar. Aqui entramos no momento em que sua atitude será o diferencial.

Como lidar com um fracasso profissional?

 

1.      Encare a situação de forma realista

Como falamos aqui, não adianta nada você chamar um fracasso de outra coisa, que não “fracasso”. Entender que a situação deu errado é o primeiro passo, para você repensar ela.

Seja franco consigo mesmo. Veja o que você estava esperando, e o que aconteceu e se resultou de facto. Se os resultados obtidos forem muito distantes dos resultados esperados, não se engane:

Foi um fracasso.

E está tudo bem, caso tenha sido a primeira vez. O erro é tentar mascarar o resultado negativo com eufemismos.

 

2.      Aprenda com seu fracasso

Aprender com o primeiro fracasso é o que define o “tudo bem” do tópico anterior.

Se foi a primeira vez que você implementou o projeto, e ele foi um fracasso, tudo bem. o importante é você aprender com ele. Aprender o que deu errado. Se preparar para a próxima fase, ou para refazer o projeto.

O primeiro fracasso não é um problema tão grande, se você conseguir aprender como não repetir ele, entendendo o que pode ser mudado.

Poucos projetos têm um sucesso imediato. Eles são resultados de várias tentativas e erros. Cases de sucesso são uma somatória das análises críticas de muitos fracassos.

 

3.      Aprenda a autoindulgência

Autoindulgência ou autopiedade é o nome que damos ao sentimento de reconhecermos nosso erro, e nos perdoarmos diante dele.

Um fracasso não foi culpa sua, se você se dedicou ao máximo. E às vezes, você precisa do fracasso para entender que, na verdade, você não se dedicou ao máximo, como achou que havia.

De qualquer forma, o importante é que você se não fique se culpando. Não fique, nem mesmo, remoendo a culpa que você tenha tido.

 

4.      Não faça do seu fracasso, um espetáculo público

Seu fracasso profissional é algo exclusivamente seu.

Você não ganha nada, fazendo dele seu cartão-de-visitas. Seja impessoal, na hora de falar sobre seu fracasso, salvo se você estiver falando com as pessoas diretamente relacionadas ao projeto.

Se você falar mais do que o essencial, vai se expor diante de pessoas que, ocasionalmente, vão usar seus erros contra você.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok