binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Um dos maiores desafios, para funcionários de empresas privadas, é mudar o padrão de rendimentos. Em bom português, “pedir um aumento”.

Primeiro, porque pode soar abusivo. Você está pedindo para receber mais. Você está colocando, claramente, que quer, e algumas pessoas ouvem isso e pensam logo em uma reclamação.

Segundo, porque aumentar os rendimentos de um funcionário significa aumentar os custos da empresa, com esse funcionário.

Terceiro, porque você está em uma empresa, logo, provavelmente, há outros funcionários no seu setor, e alguns talvez sejam mais antigos (ou com amis formação) que você. Você não pode, simplesmente, achar que é você quem deve ganhar mais dinheiro.

Assim, a primeira pergunta é: por que você merece esse aumento?

Você está fazendo algum curso diferente? Você está fazendo mais do que suas atribuições mínimas? Você está comandando algum projeto de alta complexidade?

Se essas respostas forem positivas, aí há bons argumentos para você ganhar mais.

Colocar que outra empresa lhe procurou pode não funcionar, ainda mais se esse argumento for mentira.

Então, vamos a próxima fase: como não ser abusivo?

 

1.      Entenda como funcionam as promoções dentro da empresa

Não ache que basta você agradar seu chefe, para ganhar mais. Algumas empresas têm rígidos sistemas de hierarquias internas, de forma que mudar um padrão de rendimentos não é um simples querer.

Verifique se há outros funcionários do seu setor buscando um aumento, também. Se informe sobre situações semelhantes, no passado: outros funcionários que pediram um aumento foram atendidos (ou começaram a ser retalhados)?

Não faça nada, sem estudar o cenário antes. Saber dos lucros da empresa também é um bom embasamento.

 

2.      Esteja merecendo um aumento

Dificilmente você ganha um aumento “do nada”, sem boas amizades com os gestores. Porém, se sua empresa for desse tipo, talvez seja o caso de um novo emprego.

Se esse não é seu caso, esteja fazendo por merecer. Cumprir a jornada básica, entregar todas as tarefas e não dar atestados sem motivo não é “merecer”. É o mínimo a fazer.

 

3.      Marque uma reunião com sua chefia direta

Viu o cenário da empresa? Analisou sua atuação profissional? Preparou bons argumentos? Solicite uma reunião com o seu chefe. Não adianta falar com ele na hora do café, ou em um momento em que você esteja desocupado.

Assuntos profissionais devem ser tratados de forma séria e comprometida.

 

4.      Não seja incisivo ou coercivo

Esteja pronto para ouvir um “Não”.

Se você insistir, ou insinuar consequências diante de uma recusa, será pior: você fica marcado negativamente.

Exponha seus argumentos de forma clara e racional, peça um feedback, não pressione sua chefia direta, não apele para aspectos emocionais, não use argumentos da sua vida financeira pessoal.

Só peça um aumento, se os argumentos forem técnicos: você está se aprimorando e está se dedicando totalmente a empresa.

 

5.      Seja profissional

Em caso de recusa, não volte a insistir logo, e nem decaia em produtividade. Mantenha seu padrão de excelência, pois isso demonstra maturidade profissional.

 

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok