binomo banner


 

Quando vamos estudar algum assunto, muitas pessoas pensam, logo, em livros, que são uma forma de aprendizado fantástica. Afinal, um livro guarda milhares de informações relevantes, em pouco espaço.

Contudo, livros não são a única forma de aprender. Inclusive, entre os povos originários, podemos encontrar sistemas filosóficos tão profundos, quanto os europeus – e esses povos são ágrafos (sem escrita). Seu conhecimento é transmitido e preservado pela oralidade.

Entre algumas nações africanas, por sua vez, há o fundamento de que os mais jovens aprendem com os olhos e os ouvidos, e não com a boca (no sentido de que a didática, nesse caso, é pela observação e escuta).

Assim, para aprendermos um assunto, claro que livros são um ótimo recurso. Mas não o único. Uma alternativa cada vez mais presente, ainda que de um formato tradicional, são os podcasts.

 

Podcasts: programas de rádio virtual

Um podcast é, de forma resumida, um programa de rádio sobre determinado assunto, gravado e acessível em determinada plataforma. Alguns têm poucos minutos. Outros chegam a durar 3 horas.

Antes, programas de rádio, em geral, estava perdendo espaço para canais de comunicação como o YouTube. Palestras como os TED Talks reúnem milhões de visualizações, e trazem pautas de extrema relevância.

Porém, nos últimos 10 anos, com a popularização de serviços de streaming como Spotify e Deezer, programas no estilo de um programa de rádio foram se tornando populares.

E por que estamos falando em estilo? Porque podcasts não são programas de rádio tradicionais, embora usem desse formato. Esse é um dos motivos de sucesso deles.

Por se tratar de programas sem vídeo, eles podem ser acessados como “som de fundo”, isso é, você coloca seu podcast preferido, e vai fazer tarefas domésticas, por exemplo. Por serem gravados, podem ser acessados a qualquer hora, repetidamente.

Tamanho foi o sucesso, que todos os grandes jornais e revistas mantém podcasts. Algumas empresas, dos mais variados nichos, também têm os seus.

 

Podcasts como recurso didático

Podcasts, como programas de informação, são muito eficientes. E como recurso didático? Como falamos antes, são bons, também, afinal, um podcast bem-produzido pode ser uma verdadeira aula.

E temos podcasts de todas as matérias imagináveis. De gramática à empreendedorismo, passando, claro, por estudos políticos e estudos culturais. Há podcasts de viés de esquerda, direita e centro. Há aqueles comprometidos com a verdade e há os falaciosos.

Ou seja, podcasts se tornaram uma realidade, ainda que não sejam tão utilizados no ensino regular. O que é apenas uma questão de tempo.

Eles são ótimos recursos para aprendermos qualquer coisa, pois um bom podcast tem, além de um texto muito bem escrito, recursos sonoros que visam aprofundar a imersão do ouvinte, no assunto.

Inclusive, como proposta de avaliação pedagógica, afinal, são relativamente fáceis de serem produzidos: basta um celular que grave áudio. Claro que um aparelho melhor, um microfone e um computador aprimoram a produção.

Mas basicamente, o podcast só precisa de duas coisas: quem fale e quem ouça.

Veja Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original