Um dos trabalhos mais antigos da humanidade é o de marceneiro, o profissional que produz moveis e outras peças de mobiliário. Isso porque, desde os primórdios, a humanidade precisou de objetos como cadeiras, baús, mesas e afins.

Diferente do carpinteiro, um profissional que trabalha com madeiras para uso comercial e industrial (isso é, trabalha fazendo estantes genéricas, tapumes, vigas). A marcenaria é uma profissão que lida com alguma dose de criatividade.

E isso é um dos elementos que garante que a profissão continue a existir.

Mesmo em oficinas de marcenaria mais popular, moveis planejados em madeira são buscados quando o cliente precisa de um serviço personalizado.

Entretanto, o crescimento de moveis industriais, de madeira, metais ou mesmo ligas plásticas, tem feito o serviços de marcenaria diminuir.

Como, então, inovar uma profissão que, por si só, é tão tradicional? A resposta passa, necessariamente, por dois pontos: o primeiro, são as redes sociais. O segundo, pela criatividade.

Confira:

 

1.     Aposte nas redes sociais

Todos os artigos sobre dicas para trabalhadores autônomos e liberais incluem a “dica das redes sociais”. por que? Porque elas são o que ligam o cliente ao produtor.

Por mais que seu trabalho seja de nicho muito específico, as redes sociais ajudam você a se destacar, ou pelo menos, ajudam você a ser visto.

E no caso da marcenaria, isso é vital, porque clientes que procuram um marceneiro, hoje, procuram porque precisam de coisas muito específicas.

Dificilmente você verá alguém buscando um marceneiro autônomo, para fazer uma estante simples. Nesses casos, há lojas de moveis, algumas, inclusive, com mobiliário de madeira.

São moveis genéricos e um tanto mais baratos, porque são produções massivas.

Assim, ter uma rede social atualizada é importante: lá você vai mostrar o que destaca o seu trabalho de todos os outros.

 

2.     Seja criativo

Parece uma dica absurda: “seja criativo”. Como alguém “vira criativo”?

Simples. Primeiro, porque criatividade se aprende. Dom existe. E se perde, quando não é estudado e praticado. Segundo, se você optou por marcenaria, é porque você é criativo, mesmo que ache que não seja.

Nesse caso, ser criativo significa usar sua capacidade de pensar soluções para o problema dado pelo cliente, a partir de noções estéticas, funcionais e técnicas.

Difícil?

 

3.     Estude e se atualize

Então, vamos colocar de uma forma mais simples: ser criativo é estudar o que já existia antes, estudar o que está sendo feito e, a partir disso, criar algo novo.

No caso da marcenaria, é pensar num móvel que vai ser exatamente o que o cliente quer porque esse móvel, simplesmente, não existe em nenhuma loja industrial.

Ou seja, seu trabalho é criar algo novo. Ser criativo, em marcenaria, significa isso, pensar as exigências de cada trabalho, a partir de uma perspectiva exclusiva.

Cada móvel e trabalho em madeira será a união das suas ideias, mais as ideias do cliente.

E isso inclui usar de novas tecnologias, ferramentas, madeiras, e acabamentos. E isso só se consegue com estudos constantes.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Abrir Chat