binomo banner



chave de casa freepik

Comprar imóveis via leilão pode ser uma boa opção tanto para quem quer realizar o sonho da casa própria quanto para aqueles que desejam investir no mercado imobiliário. Isso porque essa opção conta com descontos atrativos, além de facilidade de financiamento. Nesta terça-feira, 5 de julho, vai ocorrer o pregão online do leilão da Caixa, com oferta de 60 imóveis em mais de 30 cidades de São Paulo. Entre elas:

  • Americana;
  • Araçatuba;
  • Araraquara;
  • Bauru;
  • Botucatu;
  • Cotia;
  • Cubatão;
  • Francisco Morato;
  • Guaratinguetá;
  • Hortolândia;
  • Indaiatuba;
  • Itaquaquecetuba;
  • Itatiba;
  • Jacareí;
  • Jaú;
  • Marília;
  • Mogi Guaçu;
  • Santo André;
  • São José dos Campos;
  • Taboão da Serra; e
  • Taubaté.

Estão disponíveis para arremate casas, apartamentos, terrenos, estabelecimentos comerciais, entre outros tipos. Segundo divulgou o portal Exame, uma das ofertas é uma casa com 100 m² de área total, em Itirapuã, com lance mínimo R$ 53,5 mil. Outro destaque é um apartamento com 54,45m² de área privativa, em Araçatuba, que pode ser arrebatado a partir de R$ 60,7 mil. Já em Birigui, uma das alternativas é uma casa com 69,9 m² de área privativa, com 125 m² de área do terreno, sendo que o lance inicial é de R$ 60,7 mil.

+Até R$ 3,9 mil: saque-aniversário do FGTS de julho já foi liberado pela Caixa

Como participar do leilão da Caixa?

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas e será considerado lance vencedor aquele que resultar no maior valor acima do preço mínimo apresentado no ato do leilão, promovido pelo site da Fidalgo Leilões. O interessado deve efetuar cadastro prévio na página, para criação de login e senha de uso pessoal, o que permitirá dar os lances online.

A habilitação para o leilão da Caixa dependerá da apresentação dos seguintes documentos: cédula de identidade; CPF; comprovante de endereço; e procuração com firma do outorgante reconhecida por tabelião, se for o caso. Empresas precisam do Ato Constitutivo e devidas alterações; CNPJ; CPF e cédula de identidade do representante; Procuração com firma do outorgante reconhecida por tabelião, acompanhada do documento que comprove que a outorga da procuração foi feita por quem detém poderes para fazê-lo.

Vale ressaltar que o arrematante paga, no dia do leilão, o valor da comissão do leiloeiro, correspondente a 5% do lance vencedor, que não compõe o valor do lance ofertado. É possível sanas eventuais dúvidas pelos telefones (11) 2653-8583, (11) 2653-0503, (11) 99990-7776, pelo e-mail [email protected], assim como por meio do site www.fidalgoleiloes.com.br.

+No Brasil, presidente de Portugal diz que visto para procurar trabalho deve sair em breve

Quem não pode participar?

Algumas pessoas estão impedidas de arrematar no leilão da Caixa. Entre eles os empregados da Caixa que atuam na SULOG (SN Logística Empresarial), SUGAT (SN Adimplência e Atendimento) ou SUHAB (SN Rede Habitação), e Gerências Nacionais e Regionais vinculadas, bem como seus cônjuges e/ou companheiros.

Não poderão participar também empregados que atuem na SUHAB, SUADI e SUBAN, e Gerências Nacionais e Regionais vinculadas, bem como Inteligência Financeira seus cônjuges e/ou companheiros. A participação no leilão é vedada, ainda, para quem tem relação de parentesco, até terceiro grau civil, com dirigentes da Caixa ou empregado do banco que atuem na SULOG, SUBAN, Gerências Nacionais ou Regionais vinculadas, e
autoridade do ente público a que a Caixa esteja vinculada.

Leilão da Caixa: formas de pagamento

Comprar casa dessa maneira pode ser atrativo pelas facilidades que o banco oferece. Serão admitidos lances para pagamento em Real, à vista, com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ou com financiamento. O próprio edital orienta que os interessados em contar com financiamento Caixa realizem uma análise de risco de crédito junto a qualquer agência.

Recomenda-se que a análise de risco de crédito seja realizada previamente, até a data da realização do leilão, a fim de evitar o cancelamento da venda pela não contratação dentro do prazo previsto no edital. As modalidades de financiamento a disponibilizadas são:

  • Carta de Crédito SBPE;
  • Carta de Crédito FGTS; e
  • Pró-Cotista.

Leilão da Caixa: dicas

É importante ficar atento a algumas dicas para o sonho da casa própria não virar pesadelo. Dê preferência pelos imóveis desocupados, leia atentamente o edital do leilão (disponível aqui) e veja o prazo para entrega. Atente-se ao fato de que débitos de IPTU e condomínio, em geral, são quitados pelo banco só até a data do leilão, depois disso você assume os gastos.

Se possível, visite a casa antes de fechar negócio, pois as fotos podem deixar algum detalhe passar. Também confira os custos adicionais do negócio: imposto para transmitir a propriedade (ITBI), registro em cartório, taxa do leiloeiro, entre outros.

Além disso, antes de assumir uma dívida em leilão de imóveis analise o orçamento para saber se a parcela, por menor que seja, vai caber no bolso. De acordo com o Conselho Curador do FGTS, atualmente 80 mil mutuários de financiamentos habitacionais têm mais de três parcelas em atraso e são considerados casos de inadimplência grave.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original