binomo banner



chave de casa freepik

Você quer comprar casa com desconto de até 60%? Então, uma opção é adquirir via leilão de imóveis. O Santander está com um pregão em andamento que será finalizado no dia 20 de junho, data limite para os interessados dar lances. O procedimento é feito de forma online, pelo computador, tablet ou smartphone com acesso à internet.

O banco disponibiliza cerca de 120 imóveis, entre casas, apartamentos, salas comerciais e terrenos, localizados em 12 estados. São eles:

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Minas Gerais;
  • Paraná;
  • Rio Grande do Sul;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Goiás;
  • Amazonas;
  • Pará;
  • Pernambuco; e
  • Sergipe.

Encontra-se neste último a casa mais barata, segundo levantamento feito pelo UOL. A cidade de Cristinápolis (SE) abriga um imóvel vendido por lance mínimo de R$ 29,3 mil – preço 57% abaixo da avaliação de mercado. Ele está desocupado, situação importante a ser levada em conta, pois quando está ocupado compete ao comprador tomar as medidas necessárias para promover a desocupação, segundo previsão no edital desse leilão de imóveis.

Quem sonha em morar na praia conta com uma oportunidade na Praia Grande, município do litoral sul de São Paulo. Lá, a casa está ocupada e pode ser arrematada por, no mínimo, R$ 200,5 mil. O valor está com desconto de 37%, percentual próximo do mínimo para valer a pena fechar negócio via leilão.

Leião de imóveis: facilidade de compra

Comprar casa dessa maneira pode ser atrativo pelas facilidades que o banco oferece. O Santander financeia até 80% do valor do imóvel e parcela em até 420 meses, com taxa de juros de 9,49% ao ano. Além disso, é permitido usar o saldo do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para dar entrada ou fazer parte do pagamento. Lotes e terrenos só podem ser pagos à vista.

Porém, é importante ficar atento a algumas dicas para o sonho da casa própria não virar pesadelo. Dê preferência pelos imóveis desocupados, leia atentamente o edital do leilão e veja o prazo para entrega e atente-se ao fato de que débitos de IPTU e condomínio serão quitados pelo banco só até a data do leilão, depois disso você assume os gastos.

Se possível, visite a casa antes de fechar negócio, pois as fotos podem deixar algum detalhe passar. Também confira os custos adicionais do negócio: imposto para transmitir a propriedade (ITBI), registro em cartório, taxa do leiloeiro, entre outros.

+Novo benefício social: auxílio sacolão vai pagar R$ 250 por mês; Saiba quem recebe

Como participar do leilão de imóveis Santander?

Em primeiro lugar, é preciso se cadastrar nos sites das empresas que promovem o pregão: a Sold Leilões ou a Zukerman Leilões. Ambas encerram o leilão no mesmo dia, 20 de junho, mas a primeira finaliza às 15h e a segunda, às 13h. Vale ressaltar que os cadastros serão recebidos até uma hora antes do prazo final apenas.

Na página, selecione o lote de interesse e solicite a habilitação. Após a liberação, você poderá iniciar os lances, seguindo o valor mínimo indicado na descrição. É aceita a participação de pessoas físicas e também jurídicas. Mais informações estão disponíveis nos sites de cada empresa e no edital do leilão.

+Quer morar em Portugal? País cria visto para estrangeiro procurar trabalho

Antes de comprar, avalie o orçamento

Antes de assumir uma dívida pela compra de casa em leilão de imóvel é preciso analisar o orçamento para saber se a parcela, por menor que seja, vai caber no bolso. De acordo com o Conselho Curador do FGTS, atualmente 80 mil mutuários de financiamentos habitacionais têm mais de três parcelas em atraso e são considerados casos de inadimplência grave.

Porém, caso ocorra um imprevisto e atrase o pagamento, é possível efetuar o saque do FGTS para quitar as parcelas atrasadas. O primeiro passo é procurar o banco responsável pelo financeiamento do imóvel adquirido que está com débito em atraso. Lá, você assinará um documento de Autorização de Movimentação da Conta Vinculada do FGTS para poder abater até 80% de cada prestação, limitado a 12 parcelas atrasadas.

Vale ressaltar que essa opção de saque só vale para imóveis avaliados em até R$ 1,5 milhão. Além disso, existem algumas outras restrições: quem usou o saldo de alguma conta do FGTS para diminuir o saldo devedor e o número de prestações não poderá usar o fundo para quitar prestações não pagas antes do fim desse intervalo. O prazo é com base na data da última amortização ou liquidação.

++++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original