binomo banner


 

Você sabe o que é valorizado em um profissional, independente da sua área de trabalho? Essas são as chamadas “habilidades gerais”, consagradas pela literatura de Psicologia do Trabalho como Soft Skills.

E o que são essas soft skills? O que é uma competência geral?

São habilidades psicossociais que, na grande maioria dos trabalhos, são imprescindíveis para todos que querem ser profissionais respeitados.

Há diferentes soft skills, mas elas não são tão fáceis de perceber; entrevistadores bem treinados saberão identificar e hierarquizar elas. Por isso, saber quais são as soft skills é importante.

E, se você não tem alguma delas bem desenvolvida, temos uma boa notícia: elas são habilidades que podem ser aprendidas e aprimoradas, ainda que em alguns casos, seja algo a longo prazo.

Confira:

 

1.      Ética

Falarmos em ética não é algo simples, porque esse campo de estudo não é algo simples. Trata-se de agir de forma correta em relação a uma série de valores vigentes, falando aqui grosseiramente, já que ética é muito mais do que isso.

Mas aqui podemos ficar nisso: agir corretamente em relação a uma série de valores é um princípio básico, sem o qual a vida em sociedade é impossível.

Um funcionário antiético é o verdadeiro “câncer” de uma empresa honesta, pois ele não vai agir pelo sucesso dessa.

 

2.      Trabalho em equipe

Por mais que alguém seja freelancer, ou ainda autônomo, é quase impossível trabalhar sem a ajuda e cooperação de todos.

Logo, o colaborador que consegue trabalhar em equipe atinge níveis de excelência muito maiores, do que aqueles com tendencias ao individualismo.

Claro que há pessoas que preferem um trabalho mais individualizado. “Trabalhar em equipe” enquanto soft skill, todavia, significa interagir adequadamente, em projetos coletivos.

 

3.      Reação às pressões profissionais

Trabalhar sob pressão é uma realidade de muitos cargos. E não é algo saudável, isso é bem evidente.

Contudo, não tem muito como fugirmos dessa realidade: nossos ambientes de trabalho são opressivos, às vezes.

O soft skill se refere, justamente, a forma como cada um vai lidar com isso. Um médico socorrista que não saiba lidar com uma emergência, por exemplo, não tem esse soft skill desenvolvido.

 

4.      Comunicação não-violenta e assertiva

Comunicar-se é extremamente importante, para qualquer ambiente de trabalho. Porém, não basta apenas saber o que falar – o como faz toda a diferença.

Essa é a essência dessa soft skill.

Alguém que se comunica bem é alguém capaz de dar ordens sem impor algo tiranicamente, fazer críticas sem um tom acusatório ou agressivo e ainda assim, ser capaz de falar o que é necessário.

Acerca da comunicação, é importante frisar, não bastam apenas as palavras – também, a entonação, gestos, pausas etc.

 

5.      Flexibilidade

Ser flexível é uma soft skill muito valorizada, pois, em um grupo de trabalho, criatividade e originalidade perpassam pela coletividade.

Logo, bons funcionários precisam ser capazes de mudar suas ideias, em detrimento de outras opiniões, quando necessário.

Funcionários intransigentes dificultam a execução de projetos.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original