Embora ainda não exista qualquer previsão de quando poderá ser publicado o edital de um novo concurso PM SP (Polícia Militar do Estado de São Paulo) para o cargo de soldado, a corporação já se antecipa para que, uma vez autorizado pelo governador João Dória, um novo certame possa ser realizado com celeridade. Neste sentido, a Fundação Vunesp já está definida como organizadora  para uma nova seleção, por meio de dispensa de licitação, de acordo com publicação em diário oficial nesta quinta-feira, 12 de agosto. A corporação já havia feito o mesmo procedimento, em julho, para outras duas seleções, para alunos oficiais e área de saúde. Desta forma, o próximo passo é a assinatura do contrato para, uma vez concedido o aval do novo concurso, o edital já possa ser liberado. 

O novo pedido já tramita na Secretaria da Fazenda e aguarda apenas autorização formal do governador. Tradicionamente, uma nova autorização costuma ser dada todos os anos, geralmente para o preenchimento de 5.400 vagas, que são divididas em duas seleções, de 2.700, respectivamente, no primeiro e segundo semestres. No entanto, desde 2020 esta constância foi rompida, em decorrência da suspensão de concursos no estado ocasionada pela Covid 19.

Para concorrer ao cargo de soldado é necessário possuir ensino médio, idade de 17 a 30 anos e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. Os interessados também devem possuir carteira de habilitação nas categorias “B” a “E”. A remuneração inicial é de R$ 3.318,53, incluindo salário básico de R$ 1.287,33, regime especial de trabalho de R$ 1.287,33 e adicional de insalubridade de R$ 743,87.

Normalmente, o candidato ao ingresso poderá apresentar tatuagem, exceto quando: divulgar símbolo ou inscrição ofendendo valores e deveres éticos inerentes aos integrantes da Polícia Militar e fizer alusão a ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas ou que pregue a violência ou a criminalidade; discriminação ou preconceito de raça, credo, sexo ou origem; ideia ou ato libidinoso; e ideia ou ato ofensivo aos direitos humanos

Concurso PM SP: veja publicação oficial

DIRETORIA DE FINANÇAS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO
DIRETORIA DE FINANÇAS
COMUNICADO
O Dirigente da U.O 180.04 – PMESP, nos termos do artigo 26, da Lei Federal nº 8.666/93, RATIFICOU o Ato de Dispensade Licitação praticado pelo Dirigente da UGE 180182 – DP, nos autos do Processo nº DP-2021182003, Dispensa de Licitação nº DL-182/0003/21, com base no inciso XIII, artigo 24, da Lei Federal nº 8.666/93, que versa sobre a contratação direta de serviços técnicos especializados de planejamento, organização e execução de concurso público, destinado ao provimento de cargos de Soldado PM 2ª Classe da Polícia Militar do Estado de São Paulo, por Dispensa de licitação, junto à Fundação para
Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – VUNESP, inscrita no CNPJ nº 51.962.678/0001-96. (DESPACHO/RA Nº DF-076/10/21)

 

Concurso PM SP: veja atribuições do cargo

No concurso PM SP, entre as atribuições do cargo, estão: o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade, por intermédio da conclusão com aproveitamento do curso superior de técnico de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, destinado a formar, com solidez teórica e prática, o profissional ocupante do cargo inicial do quadro de praças da Polícia Militar.

Concurso PM SP: saiba como foi a última seleção

O último concurso PM SP teve seu edital publicado em janeiro de 2021, com uma oferta de 2.700 vagas. A banca organizadora, como normalmente ocorre, foi a Vunesp. O certame ainda está em andamento, com provas objetivas aplicadas em 16 de maio.

A parte objetiva contou com 60 quesstões, incluindo 20 de língua portuguesa, 15 de matemática, 15 de conhecimentos gerais, 5 de noções básicas de informática e 5 de noções de administração pública.

Já a prova dissertativa constou de uma redação, na qual se esperava que o candidato produzisse uma dissertação em prosa na norma-padrão da língua portuguesa, a partir
da leitura de textos auxiliares, que servem como um referencial para ampliar os argumentos produzidos pelo próprio candidato. Ele deveria demonstrar domínio dos mecanismos de coesão e coerência textual, considerando a importância de apresentar um texto bem articulado

Posteriormente, a seleção contará com exames de aptidão física, exames de saúde, avaliação psicológica; avaliação da conduta social, reputação e idoneidade e análise de documentos

Sobre Vunesp

Criada em 1979, a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) possui personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos. A banca tem como principais atividades: planejar, organizar, executar e supervisionar o  vestibular da Unesp; realizar vestibulares e concursos diversos para outras instituições e promover as atividades de pesquisa e extensão de serviços à comunidade, na área educacional.

concursosconcursos 2022concursos sp (são paulo)provas anteriores

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original