binomo banner


 

Recentemente, a BBC Brasil listou os 6 erros que muitas pessoas cometem, ao buscar uma forma de aumentar seus lucros – o investimento em Bolsas de Valores. No Brasil, vale destacar que essa forma de buscar ao lucro é cada vez mais comum.

Empresas como a BTG Pactual e a XP tiveram aumentos de mais de 100% em seus lucros, em 2021. Ou seja, discutir Ações é um ato cada vez mais comum, na vida dos brasileiros.

Porém, se você quer começar, se atente aos erros que todo investidor inexperiente (e desinformado) comete. Saiba como evitá-los e aplique sem medo:

 

1.      Análises de curto prazo

Lidar com mercados econômicos não é uma atividade fácil. Isso porque, os mercados podem passar por flutuações intensas, ao longo de um ano, apenas – mas sofrerem uma reviravolta no ano seguinte.

Logo, se você for investir, não pense em um retorno rápido. Os cenários a serem considerados são de, no mínimo, 3 anos.

 

2.      Não diversificar

Uma boa carteira de Ações deve ter aplicações em diversos negócios e empresas.

Não basta apostar apenas em um segmento. Lembre-se, o mundo muda com muita rapidez. Há diversas formas de investimento (renda fixa, ações, fundos, moedas) e essas podem ter níveis variados de exposição de riscos.

Logo, tenha uma carteira com ativos diversos, tanto de viés mais conservador, quanto arrojado.

 

3.      Não entre em pânico

O grande problema de muitos investidores iniciantes – e alguns mais antigos, também, é o pânico. Como assim?

Considere a situação: uma empresa de perfil conservador, de repente, sofre uma hiper desvalorização, e suas ações sofrem queda de 80%. Investidores inexperientes, provavelmente, vão vender tudo, para não perder dinheiro.

Investidores especializados vão recorrer a análises técnicas, e buscar estatísticas sobre a tendência de crescimento daquele negócio.

Às vezes, segurar uma ação falida na baixa vai garantir lucros enormes, na alta. Então, não aja por impulso!

 

4.      Não ter um plano de investimento

Um plano de investimento é uma análise concreta das suas possibilidades financeiras, objetivos no investimento, e perfil financeiro – isso é, se você é mais ousado ou conservador, se prefere negócios tradicionais ou startups etc.

Sem esse perfil, você e seu analista de investimentos não conseguiram definir um plano de ação, para as flutuações das Bolsas.

Ou seja, você estará aplicando dinheiro a esmo, sob o risco de fazer aplicações que não condizem com seus objetivos ou condições.

 

5.      Não considerar comissões e custos associados

Muitos que sonham com investimentos se esquecem que, para investir, você contrata um profissional (o analista de investimentos) ou uma plataforma. E isso tem um custo.

Você lucrando ou não, ainda precisará pagar pelo serviço de investimentos. Logo, considere essa taxa, na hora de planejar.

 

6.      Criar dívidas

Não adianta nada você usar um dinheiro que não tem para investir em um negócio que talvez não lhe dê qualquer retorno.

Só invista na Bolsa, se isso não vir a comprometer sua renda básica mensal.

Veja Também:

Sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original