binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Quando pensamos nos conceitos de “operações estéticas”, é quase certo que a maior parte das pessoas, logo, associa o termo a procedimentos como plásticas, aplicações de Botox, e implantes nos seios ou quadris.

Esses são procedimentos estéticos, no sentido mais geral da palavra “estética”, pois consideram a forma física, associada a certo padrão de beleza. Isso é, são operações muito mais focadas em mudar a forma física do paciente.

Entretanto, é preciso reforçar um ponto: “estética” se refere a aparência, não apenas em questão de “padrão de beleza”. Falamos em estética, também, em procedimentos para recuperar a forma física normal, ou, como colocam algumas literaturas médicas, “rejuvenescer”.

Ou seja, uma operação estética pode ser, também, uma operação para fazer um rosto voltar a ter um aspecto normal, após um traumatismo severo, ou para tratar anafilaxias (as alergias que podem levar a óbito).

Com isso, surgem diversas áreas e especializações da medicina estética, com tratamentos e formas de atuação avançados e específicos.

Conheça, aqui, alguns deles.

 

1.      Ortodontia

A odontologia alinhada a estética tem crescido imensamente, e não apenas para alinhamento e clareamento dos dentes.

Muitos pacientes que sofreram ou sofrem de canceres na região bucal e maxilar precisam passar por procedimentos invasivos, que incluem a retirada de partes (ou da totalidade) da língua. Outras operações envolvem o queixo e o céu da boca.

Para o paciente voltar a ter uma qualidade de vida adequada, em termos de fala e deglutição, é necessário a atuação de um dentista especializado na aparência facial.

Outro campo de atuação é no que se refere a implantes dentários, que envolvem, cada vez mais, tecnologias avançadas.

 

2.      Ginecologia

Recentemente, a cantora Gretchen afirmou ter feito uma cirurgia estética na região da vulva, levando a alguns detratores a questionarem a relevância desses procedimentos.

Porém, poucas pessoas sabem, mas, eventualmente, a vagina demanda cirurgia estéticas, a fim de se combaterem problemas como flacidez, irritação da área, ou incontinência urinária.

Além disso, ginecologistas estéticos também podem fazer operações de reparação de tecidos, afetados por canceres.

 

3.      Cirurgia plástica facial

Cirurgiões plásticos especializados em anatomia da face não atuam só com pessoas querendo mudar a aparência.

Problemas como cicatrizes de acidentes e violência física, inflamações e urticárias e manchas de pele em geral também podem ser corrigidos com uma cirurgia estética.

De situações mais prosaicas (desvio de septo, por exemplo) a casos mais raros (anomalias faciais congênitas, como agnatia), a medicina estética facial é uma das especializações com mais procura.

 

4.      Dermatologia

A dermatologia estética é bastante popular entre pessoas que buscam uma aparência mais jovem, em procedimentos como aplicação de Botox, tratamentos antirrugas, tratamentos para celulite, e implantes capilares.

Porém, há outras situações de atuação de um dermatologista estético. Quando a pele é acometida por canceres, urticárias e anafilaxias, ou fica marcada por cicatrizes de acidentes e fraturas, ou operações (Cesária, bariátrica e similares).

Nesses casos, o dermatologista estético faz um procedimento para uniformizar a aparência, tom e elasticidade da pele.

Veja Também:

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok