binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Quando vamos falar de computadores e mecanismos digitais, muitos leigos, provavelmente, pensaram em máquinas como smartphones, videogames, radares astronômicos ou sistemas de inteligência artificial.

Que sim, são computadores. Mas são exemplos de casos muito (muito) avançados, em relação ao que foi o primeiro computador digital eletrônico do mundo.

Trata-se do ENIAC, um computador desenvolvido para fins militares, pelos Estados Unidos em 1946.

 

Precedentes: a computação de informações

Antes do ENIAC, já existiam máquinas de computação e programação de informações. Da mais antiga, conhecemos apenas partes, devidamente corroídas pela ação do tempo e dos mares gregos.

Trata-se da Máquina de Anticítera, um artefato mecânico de aproximadamente 2000 anos de antiguidade, que, em reconstituições modernas, se parece bastante com um relógio, com roldanas e discos.

Então, por que ela pode ser chamada de “computador”? Porque a ideia, aqui, é a de “computar”, isso é, juntar dados, para fornecer informações.

Posteriormente, tivemos máquinas de análise de dados, das mais diversas naturezas, dentre as quais, a calculadora La Pascaline de 1642, passando pelo Tear de Jacquard em 1804, até a Bomba eletromecânica em 1939, desenvolvido pelo matemático Alan Turing.

Entretanto, todas essas eram combinações de sistemas mecânicos e elétricos.

Diferente do ENIAC, que foi construído apenas em 1946.

 

Uma máquina de cálculos balísticos

O Electronic Numerical Integrator and Computer (Integrador e Computador Eletrônico Numeral, em uma tradução livre) – o ENIAC –, foi uma gigantesca máquina projetada, pelo engenheiro John Eckert em parceria com o físico John Mauchly.

O ENIAC foi pensado, inicialmente, para calcular dados balísticos e de artilharia, embora, desde a Primeira Guerra Mundial, já existissem tabelas e dados que possibilitavam esses cálculos.

Isso porque, eles eram complexos e demorados, e contavam com muitas variantes; vale dizer, essas contas eram feitas por “computadores humanos”, matemáticos especializados em realizar operações desse tipo.

Nesse sentido, o ENIAC vinha para realizar essas operações.

 

Um prédio-máquina

Sua capacidade era, para os padrões da época, sem precedentes. Ele realizava 5000 contas por segundo, foi capaz de calcular 2000 decimais do Pi, entre outros.

Por outro lado, era uma máquina de proporções nunca vistas: tinha 180 metros quadrados, usava mais de 7000 diodos, contava com milhares de quilômetros de cabos, chegando a pesar quase 30 tolenadas.

Seu custo de produção foi o de impressionantes 10 milhões de dólares (em valores atualizados), e ele operava com uma equipe imensa, porém, coordenada pelas matemáticas Frances Bilas, Jean Jennings, Ruth Lichterman, Kathleen McNulty, Betty Holberton e Marlyn Wescoff.

Ao longo de 10 anos, o ENIAC foi utilizado para o desenvolvimento da Bomba H.

Porém, o ENIAC foi desligado e desmontado em 1955, já superado por máquinas como o EDVAC, ORDVAC e o UNIVAC.

Para fins de comparação, hoje um notebook padrão tem pesa cerca de 2 quilos, tem 40 centímetros, uma memória 300 milhões de vezes maior do que a do ENIAC, ao custo de apenas 600 dólares.

Contudo, o ENIAC, ainda hoje, é creditado enquanto o primeiro computador digital eletrônico do mundo.

Veja Também:

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok