binomo corretora de opcoes binarias ok


 

Um dos povos mais importantes do mundo pré-Cristão foram os fenícios. Apesar de eles não terem uma cultura tão influente, como os gregos e romanos, ou não terem construções tão magnânimas, como os egípcios, pensar o mundo contemporâneo sem os fenícios é quase impossível.

Isso porque, esses povos foram os principais navegadores do mundo antigo. Os melhores navios eram fenícios, e muito dos intercâmbios comerciais entre países acontecia por intermédio deles. Logo, sob certa perspectiva, podemos dizer que os fenícios foram um dos pilares do cenário internacional pré-cristão.

Além disso, esses povos tiveram enorme importância, quando pensamos em métodos escritos e numéricos, e grande parte de nosso alfabeto se deve a eles.

E hoje, onde eles estão? Por que não existe mais um país chamado Fenícia, da mesma forma que ainda existem cidades como Atenas ou Roma?

Para saber mais, leia nosso artigo!

 

Os povos canaanitas

Os dados e menções mais antigos aos fenícios remontam ao século 30 a.C., mas, naturalmente, há poucos registros concretos nesse sentido. Entretanto, antropólogos apontam que eles eram um povo canaanita – isso é, da região de Canaã (atual Israel Palestina e Cisjordânia).

Porém, os fenícios não eram uma população única, mas diversas cidades-estados como Biblos e Tiro (no Líbano), que baseavam a maior parte de sua economia no comércio entre nações. O nome, “fenício”, inclusive, vem do grego, em referência à palavra “phoinikes”, nome de uma tintura comercializada por esses povos.

 

Sua importância marítima


Você pode Gostar Também:

A maior parte das cidades fenícias não tinha uma agricultura ou pecuária consistente. Dessa maneira, sua economia era baseada no comércio entre nações, tanto é que muitas cidades portuárias antigas do Mediterrâneo devem sua fundação ou crescimento a eles.

Seus parceiros comerciais iam da Península Ibérica até a região onde hoje é o Líbano, passando por cidades gregas, italianas, e pelo norte do continente africano.

Além de criarem rotas marítimas, os fenícios desenvolveram alguns dos mais importantes e eficientes navios do Mundo Antigo, como galés (barcos que usavam velas e remos).

 

Sua importância para o desenvolvimento do alfabeto

Os povos fenícios ajudaram a desenvolver um modelo de alfabeto, que influenciou a criação de sistemas modernos. Muitos dos símbolos de escrita fenícia vieram a ser a raiz de letras greco-romanas.

Mas a principal inovação é pela questão fonética. Isso é, no alfabeto fenício, cada letra equivali a um som. No alfabeto egípcio, por exemplo, cada símbolo poderia significar uma palavra ou conceito. Logo, a alfabetização pelo alfabeto fenício era mais simples.

Essa forma de escrita influenciou linguistas gregos, que desenvolveram parte das letras que utilizamos hoje em dia.

Além disso, por serem comerciantes, os fenícios aprimoraram os conceitos matemáticos, trazidos de povos hindu-arábicos e por serem navegadores, criaram sistemas de direção, baseados nas estrelas – originando a Astronomia.

 

O declínio fenício

A partir do século 6 a.C. as cidades fenícias foram sendo atacadas e conquistadas por diversas outras nações, como persas, macedônios e gregos, e sua cultura foi sendo diluída, e as principais cidades fenícias estão no território libanês.

Veja o que é sucesso na Internet:

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

binomo corretora de opcoes binarias ok