binomo banner



agencias do inss 1

Os cidadãos que precisam comprovar  União Estável no INSS tem que ficar atentos para alguns requisitos. Com a chegada da pandemia, esse tipo de união cresceu no país, segundo um levantamento feito pelo Colégio Notarial do Brasil (CNB). A pesquisa revelou que, entre janeiro a setembro de 2021, no Brasil foram registradas mais de 101 mil formalizações, em 2020 esse número chegou a apenas 89 mil. Saiba como realizar o procedimento. 

Outro dado importante é o do Observatório Nacional da Família, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que mostra o número de uniões estáveis obtendo um salto de 31 mil para 141 mil, entre 2006 e 2019, o que representa um aumento de 464% nos pedidos.  

O procedimento ainda gera muita dúvida entre os dependentes dos segurados e muitos não sabem o que fazer para ter direito a receber benefícios do INSS nas situações de pensão por morte. 

+++ STF mantém continuidade da Lei Seca e punição a quem recusar teste do bafômetro

Saiba como comprovar a União Estável no INSS; veja detalhes 

Nestes casos, é necessário apenas dois dos documentos abaixo para provar a união estável e o benefício no INSS. Confira lista: 

  • Declaração de Imposto de Renda em que consta o cônjuge como dependente;
  • Disposições testamentárias;
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • Certidão de nascimento dos filhos (caso o casal tenha);
  • Certidão de Casamento Religioso (nos casos em que não houve casamento em cartório, mas houve no religioso);
  • Prova de encargos domésticos evidentes e existência de sociedade ou comunhão nos atos de vida civil;
  • Conta bancária conjunta;
  • Registro em associação de qualquer natureza onde conste o interessado como dependente do segurado;
  • Apólice de seguro onde conste o segurado como instituidor do seguro e a pessoa interessada como sua beneficiária;
  • Ficha de tratamento em instituição de assistência médica da qual conste o segurado como responsável;
  • Escritura de compra e venda de imóvel pelo segurado em nome do dependente;
  • Testemunhas.

Fotos em redes sociais também podem ajudar a provar união estável 

Sem esses documentos para comprovar as relações, as provas precisam ser levadas à justiça. Neste momento, será necessária a presença de um advogado. Pela via judicial, além de outras provas do cotidiano do casal, a relação também pode ser comprovada por via judicial, inclusive nas redes sociais, preferencialmente se o casal postava fotos juntos em local público.

*Com informações da Istoé Dinheiro 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original