Nesta quinta-feira, 2 de setembro, o ministro Wagner Rosário voltou a esclarecer dúvidas de candidatos sobre o novo concurso CGU (Controladoria Geral da União), por meio de suas redes sociais. Uma boa novidade é que, segundo ele, está sendo avaliada a possibilidade de aplicação das provas em todas as capitais.No último dia 27, também em resposta a candidatos, havia dito que os exames ocorreriam apenas nos estados com oferta de vagas. Porém, em atendimento aos interessados, já cogita alterar esta condição. O ministro já havia antecipado que a publicação do edital deve ocorrer até dezembro, com aplicação de provas entre janeiro e fevereiro. Novas informações devem ser confirmadas em breve.

Ao todo serão oferecidas 375 vagas, sendo 300 para o cargo de auditor fiscal de finanças e controle e 75 para técnico de finanças e controle. Para concorrer a técnico será necessário possuir apenas ensino médio, com inicial de R$ 7.283,31. Para as vagas de auditor será exigido nível superior, com iniciais de R$ 19.197,06. O certame já está autorizado desde 27 de julho pelo Ministério da Economia e a previsão é de que, uma vez publicado o  edital até dezembro, a nomeação dos aprovados possa ter início em maio.

É importante ressaltar que, em 27 de agosto, foi publicada a portaria 10.352, assinada pelo secretário especial de desburocratização, gestão e governo digital, Caio Mário Paes de Andrade, que autoriza a redução do prazo de aplicação das provas do certame para dois meses após a publicação do edital,  no sentido de agilizar o certame. O prazo, definido por lei, é de quatro meses, com possibilidade de redução, mediante aval do Ministrério da Economia.

O ministro já antecipou, ainda, que as disciplinas ainda estão sendo definidas, mas não deverão contar com muitas mudanças em relação ao concurso anterior.

Também confirmou que haverá vagas voltadas para a área de conhecimentos específicos em direito, mas sem necessidade de graduação na área e que o certame contará com oportunidades para todos os estados da região norte do país.

Além disso, segundo ele, para a carreira de técnico, a seleção contará com prova única, sem áreas de conhecimentos diferenciadas.

Concurso CGU: saiba como foi a última seleção

O último concurso CGU ocorreu em 2012, quando foram oferecidas 250 vagas para o cargo de analista de finanças e controle.

A seleção foi destinada para as seguintes áreas de atuação: administrativa (18 vagas), correição (12), comunicação social (4), auditoria e fiscalização – infraestrutura (22), auditoria e fiscalização – geral (118), TI – sistemas (32), TI – infraestrutura (14) e prevenção e ouvidoria (30).

A lotação foi no Distrito Federal e estados de Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

A seleção contou com provas objetivas de conhecimentos básicos, conhecimentos específicos e conhecimentos especializados

A parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa (20), administração pública (5), língua inglesa ou espanhola (5) e raciocínio lógico, quantitativo e analítico (5).

Em conhecimentos específicos, direito constitucional (10), direito administrativo (10) e AFO (10)

Já em conhecimentos especializados, o total variou de acordo com o cargo.

 

+ Resumo do Concurso CGU


CGU

Vagas: 375
Taxa de inscrição:
Não definido
Cargos: Técnico,
Analista
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio,
Ensino Superior
Faixa de salário:
De R$ 7283,00
Até R$ 19197,00

Estados com Vagas: AC,
AL,
AM,
AP,
BA,
CE,
DF,
ES,
GO,
MA,
MG,
MS,
MT,
PA,
PB,
PE,
PI,
PR,
RJ,
RN,
RO,
RR,
RS,
SC,
SE,
SP,
TO

concursosconcursos federaisconcursos 2022provas anteriores

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Abrir Chat