binomo banner



doacao de sangue divulgacao

O Ministério da Saúde lançou uma campanha de doação de sangue nesta terça-feira (14) para aumentar os estoques nos hemocentros espalhados pelo país. Com o tema “Doe sangue regularmente. Você doa, a vida agradece”, a ação pretende sensibilizar a população sobre a necessidade e importância do gesto para salvar vidas.

Em 2019, um total de 3.271.824 amostras de sangue foram coletadas em todo o país. Em 2020, esse número caiu para 2.958.665. Em 2021, o número de bolsas de sangue coletadas subiu para 3.035.533. Na cerimônia de lançamento, o ministro da Saúde substituto Arnaldo Correia de Medeiros, disse que mesmo com o desafio adicional de manter as reservas de sangue do país, não tem faltado bolsas de sangue para a população nos últimos dois anos.

Arnaldo destacou que os últimos dois anos foram extremamente difíceis por causa da pandemia. “Isso mostra uma vigilância e atenção muito especial, pois só quem precisa sabe qual a relevância de não faltar sangue ou hemoderivados para que você possa garantir a vida”. De acordo com a Secretaria, até março de 2022, aproximadamente 732 mil bolsas de sangue foram coletadas.

Ela lembra que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um percentual de doação de sangue de 1% a 3% da população. A taxa de doação do Brasil em 2021 é de 1,4%.

+++Greve no BC: servidores decidem por continuidade por tempo indeterminado

Confira os critérios necessários para fazer a doação de sangue

A ministra da Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, Maíra Botelho, disse que é crucial manter os estoques em tempos difíceis, citando as fortes chuvas em Pernambuco e Alagoas há duas semanas que mataram centenas de pessoas. Ela acredita que, nesses momentos, os estoques acabaram sendo pressionados e a população deve mostrar solidariedade ao fazer a doação de sangue.

Maíra lembrou que embora a medicina tenha avançado com vários paliativos sintéticos, nada pode substituir o sangue. “Não há risco de pegar doenças durante a doação”, observou. “Com uma doação você pode salvar a vida de até quatro pessoas que estão em risco”, acrescentou.

A idade de doação de sangue é entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação de sangue seja antes dos 60 anos (menores de 18 anos devem ter o consentimento formal do responsável legal); o peso é de pelo menos 50 kg; Não coma alimentos gordurosos antes de doar; durma pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas; e apresente documento oficial com foto.

Uma única doação de sangue de 450ml é suficiente para salvar até 4 vidas. Além disso, essa quantidade é restabelecida no corpo em 24 horas.

Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original