O novo concurso CGU (Controladoria Geral da União) deve contar com publicação do edital em novembro, com aplicação de provas em fevereiro, segundo o ministro Wagner Rosário. Para isto, uma vez já autorizado o certame, o próximo passo é definir o nome da banca organizadora, que deve ser anunciada nas próximas semanas. Neste sentido, de acordo com as últimas informações, seis empresas receberam convite para apresentação de propostas.   

Ao todo serão oferecidas 375 vagas, sendo 300 para o cargo de auditor fiscal de finanças e controle e 75 para técnico de finanças e controle. Para concorrer a técnico será necessário possuir apenas ensino médio, com inicial de R$ 7.283,31. Para as vagas de auditor será exigido nível superior, com iniciais de R$ 19.197,06. O certame já está autorizado desde 27 de julho pelo Ministério da Economia e a previsão é de que, uma vez publicado o edital em novembro, a nomeação dos aprovados possa ter início em maio.

As bancas em disputa são as seguintes:

  • IBFC
  • Cebraspe
  • FCC
  • FGV
  • Cesgranrio
  • Iades    

Um ponto ainda em estudos é se a seleção contará com provas em todas as capitais. Inicialmente, o ministro havia afirmado que a aplicação ocorreria somente nos estados com oferta de vagas. Porém, mais recentemente disse que avalia a possibilidade de alterar isso, para que ocorra a aplicação em todas as capitais.

O ministro já antecipou, ainda, que as disciplinas ainda estão sendo definidas, mas não deverão contar com muitas mudanças em relação ao concurso anterior.

Também confirmou que haverá vagas voltadas para a área de conhecimentos específicos em direito, mas sem necessidade de graduação na área e que o certame contará com oportunidades para todos os estados da região norte do país.

Além disso, segundo ele, para a carreira de técnico, a seleção contará com prova única, sem áreas de conhecimentos diferenciadas.

Concurso CGU: saiba como foi a última seleção

O último concurso CGU ocorreu em 2012, quando foram oferecidas 250 vagas para o cargo de analista de finanças e controle.

A seleção foi destinada para as seguintes áreas de atuação: administrativa (18 vagas), correição (12), comunicação social (4), auditoria e fiscalização – infraestrutura (22), auditoria e fiscalização – geral (118), TI – sistemas (32), TI – infraestrutura (14) e prevenção e ouvidoria (30).

A lotação foi no Distrito Federal e estados de Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

A seleção contou com provas objetivas de conhecimentos básicos, conhecimentos específicos e conhecimentos especializados

A parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa (20), administração pública (5), língua inglesa ou espanhola (5) e raciocínio lógico, quantitativo e analítico (5).

Em conhecimentos específicos, direito constitucional (10), direito administrativo (10) e AFO (10)

Já em conhecimentos especializados, o total variou de acordo com o cargo.

+ Resumo do Concurso CGU


CGU

Vagas: 375
Taxa de inscrição:
Não definido
Cargos: Técnico,
Analista
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio,
Ensino Superior
Faixa de salário:
De R$ 7283,00
Até R$ 19197,00

Estados com Vagas: AC,
AL,
AM,
AP,
BA,
CE,
DF,
ES,
GO,
MA,
MG,
MS,
MT,
PA,
PB,
PE,
PI,
PR,
RJ,
RN,
RO,
RR,
RS,
SC,
SE,
SP,
TO

concursosconcursos federaisconcursos 2022provas anteriores

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original